Joinville e suas casinhas enxaimel

Um lugar, um olhar, uma memória, um encontro de memórias e realidades onde você pode um dia estar.

Sempre que viajo, não importa onde estou, sempre que volto a sensação é a mesma, de aconchego de nossa cidade, nosso lar! E esse post não poderia ser de outro lugar a não ser da NOSSA querida Joinville.

Pra quem não conhece, Joinville é um município localizado na região norte do estado de Santa Catarina. Com 562,151 habitantes é a maior cidade do estado, à frente da capital Florianópolis e é a terceira maior cidade da Região Sul do Brasil, atrás apenas de Porto Alegre e Curitiba (da qual é distante apenas 130 quilômetros, sendo assim, mais próxima da capital paranaense do que a do próprio estado).

mapa

Um estudo apontou Joinville como a segunda melhor cidade para se viver no Brasil.

Joinville ostenta os títulos de “Manchester Catarinense”, “Cidade das Flores”, “Cidade dos Príncipes”, “Cidade das Bicicletas” e “Cidade da Dança”. É ainda conhecida por sediar o Festival de Dança de Joinville (considerado o maior festival de dança do mundo) e a Escola do Teatro Bolshoi no Brasil (a única no mundo fora da Rússia).

centroh

danca

A maior cidade de Santa Catarina pode ter a origem de nome francês. Mas não se engane, o espírito sempre foi germânico.

desfle

Mas neste post não vou comentar sobre o turismo natural e cultural de Joinville e sim sobre as suas casinhas enxaimel que recordam os bloquinhos de madeira que eu brincava quando criança. As casinhas enxaimel são um charme, além de um deleite para os olhos.  

Você irá se apaixonar como eu…  

 #meencanta

casinha

 O que é o enxaimel?

“O Enxaimel é uma antiga técnica construtiva, na qual uma estrutura de madeiras encaixadas tem seus vãos preenchidos com tijolos ou taipa. A origem desta técnica é ainda muito discutida, chegam a afirmar ser da Itália, outros da Turquia e há milhares de anos. Também pelo fato de existir em várias regiões da Europa (até na Inglaterra) afirmam que não é possível determinar sua exata origem. O que é mais aceito entre os especialistas e construtores e que hoje está devidamente comprovado,  é que o enxaimel assim como o conhecemos tem origem na região da atual Alemanha durante a idade média. É considerado a partir do momento que as casas deixaram de usar estacas enterradas no solo e passaram a usar fundamento de pedra ou alvenaria. Esta inclusive, foi influenciada pela ocupação romana na antiga Germania. A partir deste momento, as casas passaram a durar gerações e evoluir tecnicamente incluindo vários elementos estruturais e culturais. O fato é que na Alemanha está o maior número destas casas, cerca de 2 milhões de exemplares, possui as mais antigas com até 800 anos. Em vários outros países onde o Enxaimel está presente eram países que foram em algum período de sua história ocupados por povos germânicos. Também é na Alemanha que a técnica foi mais desenvolvida. Normas foram documentadas, profissionais formados, ferramentas específicas desenvolvidas e inclusive as casas são construídas ainda nos dias de hoje…“ Fonte – Casas Enxaimel

Casa3

casa9

casa6

Casa1

Casa2

casa5

casa4

Segundo Paulo Volles, publicitário que largou uma multinacional em São Paulo para pesquisar e executar a fabricação do enxaimel no Estado:

“A solução construtiva que foi tão útil aos colonizadores do Estado pode ter outra função nos dias de hoje: fazer com que pessoas se aproximem do modo de vida de suas antigas gerações…” 

Você gostou das casinhas enxaimel? Conte pra gente!

#sonho #euquero #historia #enxaimel #joinvillefazbem

Memórias  de Cleide 

Fonte imagens e texto (google, casas enxaimel, clicrbs, clickjoin)