Da Praça | Para a Casa

Respire fundo, feche os olhos e busque este banco de praça em suas lembranças.

Um banco para sentar, acolher, relaxar e admirar a vista…

Expostos estrategicamente nas praças, eles conquistaram um feito inimaginável em nossas lembranças e corações. O banco da praça é cenário de pequenas e grandes histórias. Afinal, quem nunca namorou e ainda teve aquela prosa gostosa com os amigos no banco da praça?

“ O banco de praça surgiu a partir de século XIX a par do processo de industrialização
e com as alterações ocorridas na sociedade que se deu a grande implementação do banco
público, um equipamento que até à data era menos presente. Este equipamento de
partilha veio permitir uma nova permanência no espaço público e uma nova vivência
na cidade. Inicialmente procurou inspiração no mobiliário doméstico, e manteve a
mesma designação atribuída a qualquer assento coletivo, porém, o banco perdeu
prestígio como mobiliário de interior. No entanto o banco público tornou-se numa
peça essencial de mobiliário urbano que proporciona o repouso e a sociabilização na cidade.”

(Fonte: Erica Alexandra Balata Gil – Dissertação de Mestrado)

Atualmente são vários os que permanecem no espaço público. É neste âmbito e através de um percurso pela cidade, que continuamos a encontrar o banco de praça, um assento coletivo que apesar de todas as alterações sofridas na sociedade, o banco permanece pela cidade e testemunha o modo de viver e a integração social.

E ao contrário do século XIX ele não perdeu o prestígio como mobiliário doméstico neste século. Não importa o modelo ou a utilidade, o lema é: garimpar, transformar e cultivar memórias afetivas deste objeto tão especial pra história do mobiliário.

Com um pouco de criatividade, carinho e muitas memórias, você pode transformá-lo em um hit para sua casa.

Inspire-se e decore com ele!

Ferro + madeira: um charme extra para sua varanda…

banco

Azul é a cor do céu, azul é a cor do mar, azul é o banco que sempre vou amar!

shutterstock_88093279Para o seu cantinho todo rosa e todo prosa…

shutterstock_457958848De época, lindo e original!

shutterstock_132088577Eterna palhinha do aconchego…

shutterstock_419527222 (1)

Garimpo na casa da Oma vale ouro!

Adoro conhecer histórias inspiradoras como essa do Banco de Lenha da nossa leitora e amiga Bianca. Esse banco da foto tem mais ou menos 70 anos e era da Dona Irma Roos (Oma) da Bianca.

A Bianca, como nós, adora resgatar memórias e lembranças afetivas, seu apartamento é um deleite aos olhos.

O Banco de Lenha foi transformado em um lindo e charmoso banco para a varanda do seu apartamento.

Além do banco ainda tem cristaleira, quadros e outros objetos que foram garimpados na casa da Dona Irma e que se tornaram um hit de sucesso no apartamento da Bianca e do Eric.

Muito amor envolvido nessa foto!

#comalmofadas #muitoamor #memorias

bancomemoria

#semalmofadas

oma_bi2

A gatinha Cleo, ou a Magrela como chamam, adora ficar na varanda, curtindo a vista 🙂

#amomuito #memorias #cats #bancodaoma

bi_cleo_

E você já garimpou algum objeto que tenha alguma lembrança?

Conta pra gente!

Deixe seu comentário ou mande um e-mail para: contato@teumundonossomundo.com.br

Beijos e Voilà

Memórias de Cleide